Notícias

23/12/2016

Secretário Artagão Júnior reúne diretores e coordenadores da Seju para balanço das ações de 2016

O secretário da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos (Seju), Artagão Júnior reuniu, nesta terça-feira (20), os diretores e coordenadores de todos os departamentos e setores da Seju. Durante a reunião foi apresentado o relatório com o balanço das atividades de 2016 com os investimentos e ações realizadas pela secretaria.

O secretário da Justiça destacou o trabalho de todos em um ano cheio de movimentações. “A Seju encerra um ano complicado, devido a atual situação do País, e mesmo assim conseguimos concluir e encaminhar nossos serviços. Neste ano, a partir do momento em que assumi a pasta, acredito que o trabalho realizado em frente à secretaria foi bem produtivo, firmamos investimentos e ações que só trouxeram benefícios, vantagens e oportunidades para nossa população”, destaca Artagão Júnior.

Os departamentos do Trabalho, dos Direitos Humanos e Cidadania, de Atendimento Socioeducativo, o Procon Paraná, a Escola em Educação de Direitos Humanos, os Programas de Estado Paraná Cidadão e UPS-Cidadania e os grupos setoriais desenvolveram, organizaram , planejaram e apresentaram vários avanços e melhorias nas atividades e ações durante o ano.

BOX - Seju lança Manual para padronizar os procedimentos de gestão dos servidores

Na mesma ocasião a diretora da Escola de Educação em Direitos Humanos, Sônia Virmond apresentou para o secretário o Manual de Práticas Administrativas, Procedimentos Operacionais e Mecanismos de Controle.


“Umas das principais condições para uma gestão administrativa eficiente é a padronização dos procedimentos operacionais e a existência de mecanismos de controle. Esta foi uma orientação do Tribunal de Contas do Estado justamente para mapear processos e procedimentos para que se firme um modelo de gestão mais eficiente na Secretaria”, enfatiza Sônia.

O secretário Artagão Júnior ressaltou o objetivo do Manual para a secretaria. “Hoje lançamos o manual no objetivo de instrumentalizar os servidores para que, no desempenho de suas atividades diárias, possam dispor de uma orientação técnica e institucional que respalde suas iniciativas, soluções propostas e encaminhamentos”, afirmou.

Segundo ele, o trabalho é fruto da atividade conjunta dos grupos setoriais (GRHS, GOS, GFS e GAS), da Comissão Permanente de Licitação e do Núcleo de Controle Interno da secretaria.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.